Atenção

Para compartilhar as atividades do Blog TEXTO EM MOVIMENTO em outros blogs é preciso ter autorização prévia. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Texto (argumentativo) para interpretação

Usar água sim; desperdiçar nunca

O verão veio bravo. Ninguém aguenta o calor. É tempo de piscina, praia, refrescos, sorvetes e muito desperdício de água.

Esse mau hábito não é novo. Ao ler uma instrutiva reportagem publicada pelo "Estado" (6/2/2006), fiquei estarrecido ao saber que o consumo por pessoa em São Paulo é de 200 litros por dia, bem superior aos 120 litros recomendados pela ONU.

Em 2005, o consumo de água na região da Grande São Paulo aumentou 4% em relação a 2004. Só em dezembro, foram consumidos 128 milhões de metros cúbicos de água - o maior consumo desde 1997.

É uma soma fantástica e sinalizadora de muito desperdício. Os repórteres responsáveis pela reportagem mencionada "flagraram" muitas pessoas lavando as calçadas com mangueira a jato em lugar de vassoura. Trata-se de um luxo injustificável. No consumo doméstico, cerca de 72% da água são gastos no banheiro e, neste, o chuveiro responde por 47%. Os banhos exageradamente demorados desperdiçam água e energia elétrica.

É verdade que o asseio é uma das virtudes dos brasileiros e devemos conservá-la. Mas não há necessidade de ficar meia hora debaixo do chuveiro para manter a boa higiene. Quando estudei nos Estados Unidos, há mais de 50 anos, a dona da república onde morava, uma senhora franzina e de cara muito fechada, me fez pagar uma sobretaxa de aluguel porque sabia que, como brasileiro, eu estava acostumado a tomar banho todos os dias e a "gastar" muita água. Na época,garoto novo, achei a mulherzinha um monstro de avareza. Hoje, vejo que todas as nações do mundo precisam economizar água.

O Brasil é um país abençoado por possuir cerca de 20% da água do mundo. Isso é um privilégio quando se considera que só 3% da água do planeta é aproveitável e que mesmo esses 3% não são imediatamente utilizáveis, porque uma grande parte está nas geleiras longínquas e em aqüíferos profundos. Na verdade, a quantidade de água que pode ser usada para alimentar os seres vivos, gerar energia e viabilizar a agricultura é de aproximadamente 0,3%.

Desse ponto de vista, a água é um bem escasso. Não é porque temos 20% da água do mundo que podemos perdê-la irresponsavelmente. O uso da água precisa ser racionalizado, em especial nas grandes aglomerações urbanas, onde os mananciais não dão conta de atender a população.

O Brasil já possui uma lei das águas, promulgada em 1997, cujo objetivo central é o de "assegurar à atual e às futuras gerações a necessária disponibilidade de água". Recentemente, o Conselho Nacional de Recursos Hídricos aprovou o Plano Nacional de Recursos Hídricos, com vistas a induzir o uso racional da água

Tais instrumentos são importantes. Mas o Brasil ganhará muito se as escolas e as famílias ensinarem as crianças a não repetirem os desperdícios praticados pelos adultos. Comece hoje a ensinar seus filhos e netos. E, sobretudo, dê o bom exemplo. Afinal, para mudar hábitos, os exemplos e a educação são peças-chave.

 Por Antônio Ermírio de Moraes                                         
17 de Fevereiro de 2006 Fonte: Folha De S.Paulo


Clique abaixo para ver sugestões de questões e gabarito:


Após ler o texto com muita atenção, responda:

Escreva o título do texto, seu autor e veículo de publicação.
  1. O autor começa o texto com as  coisas boas que as pessoas fazem no verão. Na sequência faz um comentário que quebra a expectativa do leitor.
a)Qual é esse comentário?  b) qual é o efeito dessa quebra de expectativa?
  2.Qual é a tese defendida por Antonio Ermírio? Copie o parágrafo  em que essa ideia é expressa.
  3.Para convencer o leitor, o autor contrariou uma justificativa bastante usada pelos brasileiros para os banhos demorados.
a) Identifique no texto que justificativa é essa.   b) qual argumento o autor  utilizou para refutar tal justificativa
 4. Quais os argumentos utilizados pelo autor para combater a idéia que no Brasil não é necessário economizar água?
 5. Qual a sua opinião sobre o assunto? Escreva no mínimo um parágrafo, argumentando sobre seu ponto de vista.
GABARITO


1a)”...muito desperdício de água.”
 
b)Nem só  coisas boas temos no verão, o autor alerta para um problema sério que aumenta muito nessa época do ano.

2.A água é um bem escasso e seu uso precisa ser racionalizado, especialmente nos grandes centros urbanos.

(7º parágrafo)  “Desse ponto de vista, a água é um bem escasso. Não é porque temos 20% da água do mundo que podemos perdê-la irresponsavelmente. O uso da água precisa ser racionalizado, em especial nas grandes aglomerações urbanas, onde os mananciais não dão conta de atender a população”.

3.a)Que somos um povo muito asseado.

 b) Argumenta que é possível manter a higiene sem gastar tanto tempo no banho.


  4.Usa dados estatísticos; lembra que nos grandes centros os mananciais já não dão contar de atender toda população.

5. (resposta pessoal)


6 comentários:

  1. poderia disponibilizar o gabarito das questões,por favor?

    ResponderExcluir
  2. O Texto é excelente,mas seria melhor ainda se disponibilizasse o gabarito.Ajdaria os professores a economizar tempo e qualificar os comentários na aula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha sugestão é que o professor resolva a atividade pois assim terá uma melhor noção do grau de dificuldade que o aluno terá. Mas o gabarito já está na atividade com algumas sugestões como respostas.

      Excluir
  3. Gostaria de saber para qual ano (série) seria adequado esta interpretação?
    Obrigada,

    ResponderExcluir
  4. No 9º ano, mas costumo trabalhar a partir do 8º ano, quando essa tipologia de texto é mais explorada do que as séries anteriores.

    ResponderExcluir